: Escrevo não porque sei, mas por gosto e impulso... E assim escrevo errado mesmo...

(E o conteúdo deste blog que não consta fonte, é de minha autoria...)

sábado, 25 de outubro de 2014

Reflexão dicionarista

Esses dias questionei-me muito sobre o significado “real” de algumas palavras, dentre elas ‘inteligência’ e ‘verdade’;

Vi pessoas assumidas e reconhecidas como inteligentes com um comportamento vulgar; elas usam um vocabulário riquíssimo para se ofenderem dizendo defender-se uma da outra;
E essas tais pessoas conseguem levar mais e mais pessoas “inteligentes ou não” a fazerem o mesmo por elas induzindo muitas a mancharem ou destruírem relações interpessoais amigáveis por causa dessas mesmas pessoas que com certeza nem as conhecem ou se quer as viram pessoalmente!
Nessa troca de acusações a palavra “verdade” foi muitas vezes usada (subtendidamente) com posse; sim, tipo a “sua verdade” difere “da minha”...

A verdade não é uma só em seu significado?
É inteligente tais comportamentos? O de ofender defendendo-se e distorcendo o significado das palavras?

Ah! Lembrei-me de uma palavra, que pode responder meu questionamento e pode “mudar o significado” de todas as outras: INTERESSE!

Bem, como provando que estou errada, não prova que os demais estão certos, “viva” a liberdade!
Eu estou fazendo isso, como bem penso e quero!

Mas ainda questiono-me: Será que eu sou inteligente e sei o que é verdade?
@ J

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hum! Vai comentar! Agradecida!